Quem sou eu

Minha foto
Um amante de esportes, em especial o futebol. Bacharel em Administração, pós-graduado em Finanças e Tecnologia da Informação. No futebol atuou na Vice-Presidência de Administração do Sport Club Internacional de 2007 a 2010 e de 2015 a 2016. Membro da Comissão de Laudos Técnicos dos Estádios pelo Ministério do Esporte e Coordenador-Geral de Modernização da Secretaria Nacional do Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor no Ministério do Esporte em 2011.

terça-feira, 29 de junho de 2010

4 SUL-AMERICANOS, 3 EUROPEUS E 1 AFRICANO

QUEM SERÁ O BOLA DE OURO?


ESPANHA ELIMINA PORTUGAL

O time de Portugal é bem montado, tem uma defesa sólida, mas, no fim das contas, depende de um jogador. E o individualismo de Cristiano Ronaldo não foi capaz de superar o coletivo espanhol. A Espanha venceu por 1 a 0, gol de Villa e assistência de Xavi, e está de volta às quartas de final da Copa do Mundo, como em 2002.

Foi um grande jogo, apesar que nem Espanha, nem Portugal, jogou o seu melhor até agora na Copa do Mundo. O destaque do jogo foi o goleiro Eduardo, de Portugal, que fez grandes defesas. Casillas também fez boas intervenções. As defesas foram melhores que os ataques.

Agora Espanha pega o Paraguai nas quartas de final, em busca de uma vaga entre os quatro melhores do mundo.

NOS PÊNALTIS DEU PARAGUAI

Marcelo Barreto do Sportv fez uma boa definição das seleções de Paraguai e Japão: "As duas já chegaram no teto". É isso mesmo, tava no máximo que as duas seleções poderiam esperar e, beneficiadas pelos cruzamentos, uma delas seria premiada para as quartas de final.

Foi uma partida truncada, de muita marcação, e com raras chances de gol. Em suma, o último dia das oitavas de final começou da Copa com um jogo chato. Não podia ser diferente, 0x0. Emoção, só nos minutos iniciais do tempo extra. No restante, tensão, e novo empate.

Nos pênaltis, Komano desperdiçou a única cobrança japonesa. Sobrou para o atacante Cardozo, que quase foi cortado por lesão, marcar o gol que deu a inédita classificação dos paraguaios para as quartas de final.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

BRASIL VENCE E CONVENCE

O Chile começou dominando o jogo, com posse de bola e no campo do Brasil. Foram quatro minutos de domínio chileno e só. A partir daí o Brasil começou a roubar a bola, encaixar contra-ataques e criar oportunidades. Quando os chilenos arcordaram já estavam encurralados em seu campo sem saber como segurar a criatividade dos brasileiros.

Numa rara jogada de linha de fundo, Maicon conseguiu escanteio que ele mesmo cobrou. Protegido por Lúcio e Luis Fabiano, Juan saltou e cabeceou e fazendo 1 a 0 aos 34 minutos. Gold em uma das especialidades do Brasil, o escanteio. Três minutos depois apareceu a outra especialidade, o contra-ataque. Robinho correu pela esquerda e encontrou Kaká no meio, na entrada da área. Com apenas um toque de primeira, ele deixou Luis Fabiano na cara do goleiro. O atacante driblou Bravo com estilo e fez seu terceiro gol nesta Copa.

Robinho, carrasco dos chilenos, ainda não tinha feito o seu. Mas aos 14 minutos do segundo tempo, Ramires roubou bola no meio-campo e acelerou em direção à área, livrando-se de dois marcadores e desviando a bola do terceiro, dando passe para Robinho. O atacante chutou e tirou a bola do alcance do goleiro, fazendo 3 a 0 e mais uma vez sendo carrasco dos chilenos.

Depois foi só administrar, mas a única coisa a lamentar foi o segundo cartão amarelo de Ramires, o que o retira do jogo contra a Holanda. Kaká e Luis Fabiano, também pendurados, foram substituidos para evitar novo amarelo. Fim de jogo, Brasil classificado. Enfrenta a Holanda na sexta-feira pelas quartas de final.

ÓTIMO: -
BOM: Lucio, Juan, Gilberto Silva, Ramires, Kaká, Robinho
REGULAR: Julio Cesar, Maicon, Michel Bastos, Daniel Alves, Luis Fabiano
RUIM: -
PÉSSIMO: -
SEM NOTA: Nilmar, Kleberson, Gilberto

SEM SUSTOS, HOLANDA AVANÇA

A Holanda apresentou um futebol bem organizado, sem arriscar muito, porém sem abdicar do ataque. Aos poucos foi envolvendo a seleção da Eslováquia e em belo lançamento de Sneijder, Robben recebeu na direita, de frente para dois marcadores, puxou para o meio e deixou Durica e Zabavnik perdidos e chutou de fora da área no contra-pé do goleiro Mucha. Gol da Holanda.

O domínio holandês continuou durante todo jogo, levando apenas um grande susto aos 21 minutos do segundo tempo quando Vittek ficou de frente para o gol, mas o goleiro Stekelenburg mostrou sua qualidade e fez grande defesa. A partir daí seguiu o domínio holandês que aos 39 minutos do segundo tempo, após falta rápida batida, Kuyt fez bela jogada pela esquerda, se livrou do goleiro com um toque de cabeça e rolou para Sneijder, o destaque da Holanda até o momento, só tocar para o gol. Holanda 2x0.

Nos acréscimos a Eslováquia chegou a seu gol através de um pênalti. Vittek, goleador até o momento com quatro gols, bateu no canto e descontou. Agora a Holanda aguarda o vencedor de Brasil x Chile.

domingo, 27 de junho de 2010

ARGENTINA GANHA COM SHOW DE TEVEZ

O México iniciou equilibrando o jogo e nos minutos iniciais carimbou a trave do goleiro argentino. E só. A partir daí foi um show da Argentina. O trio Tevez, Messi e Higuain infernizaram a defesa mexicana. Uma pena que o primeiro gol foi irregular, em jogada de Messi, o goleiro dividiu com Tevez, a bola sobrou para Messi que retornou o passe para Tevez que estava completamente impedido, nem o goleiro tava atrás dele. Tevez completou para o gol e o juiz Roberto Rosetti errou feio ao validar o gol.

Aos 33 minutos um erro infantil de Osório no domínio de bola colocou Higuain na cara do gol, bastou driblar o goleiro e fazer o segundo. A Argentina mandava no jogo e a goleada era uma questão de tempo.

Na segunda etapa, aos 7 minutos, Tevez tenta enfiar a bola entre dois mexicanos, a bola volta para o camisa 11 que bate com muita força de fora da área e marca um dos gols mais bonitos do mundial. Agora já virou goleada, Argentina 3x0.

Substituições feitas, o México deu uma boa reação em campo e jogou melhor na segunda metade da etapa final, tanto que, aos 26 minutos, Hernandez fez bela virada e chutou cruzado para descontar. 3x1 para Argentina.

A reação dos mexicanos foi insuficiente. Jogo finalizado e Argentina classificada. As quartas de final prometem um grande jogo, Alemanha x Argentina duelam por uma vaga nas semifinais.

O FIM DA MALDIÇÃO DE 1966?

A final de 1966 foi marcado por um grande jogo entre Inglaterra x Alemanha, duas potências do futebol mundial. Após um empate por 2 a 2 no tempo normal, com gols dos alemães Haller e Weber e de Geoff Hurst e Peters para a seleção local, o campeão do torneio seria decidido no tempo extra.

Foi quando aos 11min da primeira etapa da prorrogação o mesmo Hurst marcou um dos mais discutidos tentos de todos os tempos e abriu caminho para o primeiro título mundial da Inglaterra. A bola entrou ou não?

Nessa data iniciava-se a "Maldição de 1966" e a seleção da Inglaterra nunca mais conseguiu chegar em uma final de Copa do Mundo. Mais do que isso, virou um grande freguês da própria Alemanha, um dos seus maiores rivais. Caiu para os germânicos nas quartas de 1970 (3 a 2), empatou sem gols em 1982 (eliminados no triangular e os germânicos foram finalistas) e foi eliminado novamente na semifinal de 1990 (1 a 1 no tempo normal e 4 a 3 nos pênaltis).

Mas hoje, 27 de julho de 2010, o destino colocou novamente Alemanha e Inglaterra e o lance se repetiu, só que a favor dos germânicos. Aos 38 minutos do primeiro tempo, o inglês Lampard chuta da entrada da área, a bola encobre o goleiro Neuer, bate no travessão e dentro do gol. Tecnicamente 33 cm dentro. O juiz Jorge Larrionda e o auxiliar Maurício Espinosa, ambos uruguaios, mandam o jogo continuar como se a bola não tivesse entrado.




No final a Alemanha ganhou de 4x1, eliminou a Inglaterra da Copa da África e ficou com o sabor de vingança sobre aquele gol na final de 1966. Basta saber que Inglaterra veremos para o futuro agora sem a maldição. Ou não existia maldição nestes anos e a Inglaterra que não conseguiu mesmo resultados descentes?

ALEMANHA GOLEIA E ELIMINA INGLATERRA

A Alemanha, com a volta de Klose, voltou a formação do jogo de estréia quando deu show. E não foi diferente, com o quarteto ofensivo Müller, Ozil, Podolski e Klose a Alemanha arrasou com a Inglaterra. Com um lançamento de tiro de meta, Klose invadiu a área e abriu o placar aos 20 minutos. Podolski, em chute sem ângulo, ampliou aos 32 minutos.

A Inglaterra estava perdida em campo, mas achou um gol aos 37 minutos em cabeçada de Upson. Neste momento, com a emoção do gol, a Inglaterra teve seu melhor momento na partida, a Alemanha recuou e Inglaterra começou a criar lances.

Aos 38 minutos um lance que vai entrar na história deste confronto, Lampard conclui de fora da área, a bola bate na trave e entra. Gol inglês. Mas o juiz Jorge Larrionda, mal auxiliado por Mauricio Espinosa, não marca o gol. Assim com em 1966, mais um lance polêmico entre estas seleções. Com muita reclamação inglesa, termina o primeiro tempo.

O segundo tempo houve uma aula de estratégia por parte da Alemanha. Os ingleses foram para cima e os alemães se posicionaram para o contra-ataque. Com muita qualidade Schweinsteiger puxou contra-ataque com quatro contra três, Müller entrou livre pela direita e fez 3x1. Logo depois, Ozil também puxou contra-ataque pela esquerda e cruzou para Müller fazer o quarto gol.

Após o quarto gol foi apenas administrar o jogo e não se expor mais. Nem os ingleses queriam, com medo de uma goleada histórica. Um jogo para entrar na história das Copas. Alemanha nas quartas de final.

sábado, 26 de junho de 2010

GANA, A ESPERANÇA DA ÁFRICA

Em um jogo muito equilibrado, Estados Unidos e Gana fizeram um grande jogo, onde o equilibrio permaneceu todo o jogo. Gana começou um pouco melhor e aproveitou uma arrancada de Prince Boateng para abrir o placar aos 5 minutos de jogo. Prince chuta da entrada da área no canto direito de Howard que fechou mal o ângulo.

Gana continua melhor, criando mais oportunidades. Sorte ou destino, o treinador americano decide substituir Clark que estava pendurado por Edu, a partir deste momento os Estados Unidos crescem em campo e equilibram o jogo. O goleiro Kingson de Gana começa a ser destaque, mas a primeira etapa termina com vitória ganês.

Sob os olhares de Bill Clinton e Mick Jagger, os Estados Unidos voltam melhor oganizados e com o craque Donavan chamando o jogo para si. Chances americanas vão sendo criadas, até que Dempsey dá lindo drible, entra na área e é derrubado por Jonathan Mensah. Donavan bate no canto, a bola chega a tocar na trave, mas entra no gol. Estados Unidos 1x1 Gana aos 17 minutos do segundo tempo.

Uma leve predominância dos americanos, mas os dois times seguiram criando chances. Porém nada de mais gols, o jogo foi para a prorrogação.

Na prorrogação aparentemente os americanos estavam com melhor condicionamento físico, mas não dá para falar em físico contra africanos. Em grande arrancada aos 3 minutos o artilheiro Gyan encheu o pé e fez o segundo gol. Gana 2x1. A partir do gol tivemos um jogo nervoso, onde os americanos se atiravam ao ataque, mas os ganeses controlavam a bola. Nada mais de gols, Gana está nas quartas de final.

URUGUAI NAS QUARTAS DE FINAL

Uruguai venceu a Coréia do Sul por 2x1 na manhã (horário do Brasil) deste sábado. E agora está garantido nas quartas de final da Copa do Mundo para enfrentar Estados Unidos ou Gana.


No primeiro tempo o Uruguai tomou as ações do jogo, teve domínio de bola e chegou ao gol bem cedo, aos 7 minutos de jogo, através de jogada de Cavani que abriu para Forlán, da ponta esquerda esse cruzou fechado. O goleiro Sung Ryong falhou ao deixar passar, atendo Suárez completou para o gol livre.

Ainda no primeiro tempo dois lances polêmicos que a arbitragem favoreceu a Coréia do Sul. Aos 26 minutos, em saída errada, o zagueiro coreano é desarmado e Suárez parte livre em direção ao goleiro, mas o auxiliar marca impedimento. No replay pareceu mesma linha. O outro lance polêmico foi aos 43 minutos, Maxi Pereira dá um chapéu no adversário, chuta e a bola bate no braço de Jung-Soo. Os uruguaios ficam pedindo pênalti, o juiz nada marca.

O segundo tempo teve grande domínio sul-coreano, o Uruguai recuou muito e perdeu a posse de bola. Pressão coreana que aos 22 minutos, em cruzamento lateral que o zagueiro Victorino afastou mal, a bola sobrou para Lee Chung-Yong que de cabeça empatou a partida.

Após o empate os sul-coreanos continuaram melhor, o Uruguai sem posse de bola, porém na raça começaram a pressionar um pouco o adversário, principalmente nos escanteios. E em um destes escanteios, Suárez recebeu a bola no bico esquerdo da grande área, puxou a bola para o meio e chutou cruzado fazendo um belo gol, chegando na artilharia da competição e colocando o Uruguai na frente.

O segundo gol foi um balde de água fria na Coréia do Sul, mas o ímpeto dos asiáticos não encerrou, aos 42 minutos, Dong-Gook invade a área livre e chuta mascado, mas a bola passa por baixo de Muslera. Lugano salva quase em cima da linha, evitando o gol de empate dos coreanos. Fim de jogo, Uruguai classificado. A América do Sul já tem representante entre os oito melhores do mundo.

UM GOL PARA A HISTÓRIA DO FUTEBOL

Mais do que um gol que classificou um país para a segunda fase da Copa do Mundo, o gol de Landon Donavan pode ser um marco no futebol dos Estados Unidos.

Primeiro porque o grupo atual dos Estados Unidos e seu técnico Bob Bradley são extremamente simpáticos e apaixonados pelo esporte, cada entrevistas deles mostram o orgulho de ser um esportista e estar representando o seu país na Copa do Mundo. Também falam que estão tornando o futebol popular nos Estados Unidos e da responsabilidade deles com o esporte.

Mas é mais que isso, eles jogam bem, com um posicionamento tático moderno, com estratégia e sem medo de atacar, porém com responsabilidade defensiva. Ser ser aquele marasmo europeu que fica todo tempo na defesa, sem ser a irresponsabilidade africana que não mantém posicionamento. Uma seleção que aproveita a miscigenação do seu povo.

E o futebol está se popularizando mesmo, revoltados com os erros de arbitragem, no twitter o termo “Another disallowed goal” (outro gol anulado) alcançar o topo dos Trending Topic mundial (lista de termos mais postados no Twitter) ainda durante a partida. Após o gol de Landon Donovan, contudo, as críticas dos norte-americanos deram lugar à comemoração, causando a pane do Twitter, que ficou fora do ar logo após os EUA abrirem o placar. O colapso da internet não ficou restrito ao microblog, sites como o Yahoo Sports também saíram do ar e as partidas simultâneas de EUA e Inglaterra registraram o segundo maior recorde de acessos na história da rede.

A estreia da seleção na Copa do Mundo, contra a Inglaterra teve mais audiência na televisão americana que quatro das cinco partidas finais da NBA, entre Los Angeles Lakers e Boston Celtics. Os EUA, cujos habitantes foram os que mais adquiriram pacotes turísticos para a África do Sul, comemoram os números divulgados pela Sport Media Watch. Segundo a entidade, 17 milhões de pessoas viram o empate por 1 a 1 do país contra os ingleses.

O gol de Landon Donavan talvez faça uma das maiores potencias esportivas mudar seu rumo em investimento no futebol. Talvez uma nova potência esteja se formando, não só dentro de campo, mas de marketing esportivo. Esse gol pode mudar a história do futebol.


sexta-feira, 25 de junho de 2010

COMPARATIVO BRASIL E CHILE

Dados estatísticos da primeira fase da Copa do Mundo, comparativo entre Brasil e Chile.


Fonte: FIFA.com

A FORÇA DA AMÉRICA DO SUL

Os representantes da Conmebol fizeram bonito na primeira fase da Copa do Mundo, todos se classificaram para as oitavas de final da Copa do Mundo. As cinco seleções se classificaram, sendo que quatro delas em primeiro lugar de seus grupos.

A América do Norte classificou dois dos três representantes. A Ásia também, dois dos três. Oceania era esperado não classificar ninguém e ainda mostrou evolução de seu futebol com a invicta Nova Zelândia e a Austrália que eliminou a Sérvia.

As decepções estão com Europa e África. A Europa teve dois favoritos eliminados na primeira fase, ambos finalistas da Copa do Mundo passada, Itália e França, e passou apenas seis para as oitavas, tendo sete seleções eliminadas. Pior ainda para a Europa, as seleções enfrentam entre si, portanto, terão mais três eliminados nas oitavas de final. A África por muito pouco não ficou com nenhum dos seus representantes na segunda fase, aliás, contou com a inesperada vitória da Austrália sobre a Sérvia para que Gana se classificasse.

Partindo pelos continentes tivemos o seguinte percentual de aproveitamento:
- ÁFRICA: 1 classificado de 6 representantes - 17%
- AMÉRICA DO SUL: 5 classificados de 5 representantes - 100%
- AMÉRICA DO NORTE: 2 classificados de 3 representantes - 66%
- ÁSIA: 2 classificados de 3 representantes - 66%
- EUROPA: 6 classificados de 13 representantes - 46%
- OCEANIA: 0 classificados de 2 representantes - 0%

CLASSIFICAÇÃO DOS ELIMINADOS



POS SELEÇÃO.......... PG SL GP
17. Costa do Marfim.. 4  +1  4
18. Eslovênia........ 4   0  3
19. Suiça............ 4   0  1
20. África do Sul.... 4  -2  3
21. Austrália........ 4  -3  3
22. Nova Zelândia.... 3   0  2
23. Sérvia........... 3  -1  2
24. Dinamarca........ 3  -3  3
25. Grécia........... 3  -3  2
26. Itália........... 2  -1  4
27. Nigéria.......... 1  -2  3
28. Argélia.......... 1  -2  0
29. França........... 1  -3  1
30. Honduras......... 1  -3  0
31. Camarões......... 0  -3  2
32. Coreia do Norte.. 0 -11  1

COPA DO MUNDO - DIA 15

Brasil 0x0 Portugal

No grande jogo do grupo as defesas levaram o melhor, os dois times classificados, com Portugal estruturado na defesa e o Brasil sem a criatividade de Kaká e Robinho não se poderia esperar muita coisa. Duas chances claras para o Brasil no primeiro tempo, uma com Nilmar que o goleiro fez bela defesa e outra com Luís Fabiano que a bola raspou a trave. No segundo tempo duas chances para Portugal, duas grandes defesas de Julio Cesar. Justo empate sem gols.

ÓTIMO: -
BOM: Julio Cesar, Lucio, Gilberto Silva,
REGULAR: Juan, Nilmar, Luis Fabiano, Ramires, Josué
RUIM: Maicon, Daniel Alves
PÉSSIMO: Michel Bastos, Felipe Melo, Julio Batista
SEM NOTA: Grafite

Coréia do Norte 0x3 Costa do Marfim

Os norte coreanos foram a pior campanha do mundial, time muito fraco. Costa do Marfim precisava de um milagre, além da vitória do Brasil, teria que fazer oito gols de diferença. Jogaram melhor, fizeram gols cedos, mas era muito gol. Partida finalizada e as duas seleções se despediram do mundial.

Chile 1x2 Espanha

O grande jogo esperado do dia, a Espanha poderia ser mais uma grande a cair na primeira fase, porém logo no primeiro tempo marcou com Villa e depois com Iniesta. Chile com medo de tomar uma goleada e perder a vaga para a Suiça conseguiu descontar no início do segundo tempo, depois tratou de se fechar para não dar saldo.

Suiça 0x0 Honduras

Suiça quando goleia faz 1x0. Um time muito defensivo que precisava atacar para vencer, ficou perdido sem saber o que fazer. Estava na torcida para fazer um golzinho e contar com vitória da Espanha por dois gols para passar de fase. Não conseguiu fazer a lição de casa, nenhum golzinho contra a fraca Honduras. Adeus Suiça, adeus Honduras, a Copa do Mundo não sentirá a falta de vocês.

Destaques do Dia:
Lucio (Brasil), Villa (Espanha)

COPA DO MUNDO - DIA 14

Dinamarca 1x3 Japão

Mais uma vez, os nipônicos, a quem um empate bastava para avançar, mostraram um forte sistema defensivo e um contra-ataque mortal. De quebra, avisaram ao mundo que, agora, também sabem cobrar faltas. Foram dois gols em tiros livres. Já a Dinamarca é mais uma seleção europeia eliminada e volta para casa com o gosto amargo de, pela primeira vez em sua história, não ter passado da primeira fase. Honda foi o destaque da partida.

Camarões 1x2 Holanda

Classificada com antecedência, graças às vitórias nas duas primeiras rodadas, a Holanda pôde ter um privilégio nesta quinta-feira: disputar uma espécie de “amistoso” contra Camarões, seleção eliminada precocemente da Copa do Mundo. E, em ritmo de treino, os holandeses venceram os camaroneses por 2 a 1, terminaram em primeiro lugar no grupo E. Outro fator positivo foi a estréia de Robben, grande jogador holandês que dará mais força ao time nas próximas fase. Eto'o, estrela única de Camarões, despediu-se do mundial com mais um gol.

Eslováquia 3x2 Itália

O jogo foi emocionante, mas o futebol foi pobre, sem brilho, sem inspiração. As chances de gol, escassas. E os eslovácos favorecidos em erros básicos dos italianos. Sempre atrás no placar, os italianos apostaram na vontade para tentar o empate que daria a sonhada vaga às oitavas. Ou seja, o roteiro de sofrimento, praticamente uma tradição nas conquistas da "Squadra Azzurra", estava pronto mais uma vez. Mas, agora, a história não se repetiu. A derrota por 3 a 2 selou a eliminação, até certo ponto, já anunciada, principalmente pelo fraco futebol apresentado pela seleção tetracampeã na África do Sul.

Paraguai 0x0 Nova Zelândia

Para avançar em 1º no grupo, o time guarani fez o suficiente para segurar um chato 0 a 0 com a Nova Zelândia. Já a equipe da Oceania arruma as malas, mas volta para casa com o 'prêmio' de não ter perdido um jogo sequer na Copa e ainda ficar à frente da Itália.

Destaques do Dia:
Honda (Japão), Vittek (Eslováquia), Quagliarella (Itália)

COPA DO MUNDO - DIA 13

Estados Unidos 1x0 Argélia

Estados Unidos precisavam da vitória e sabendo disso foram para frente, mas o gol não acontecia. E quando entrava, o juiz anulava, como aconteceu no primeiro tempo quando o gol de Dempsey foi anulado de forma errada. Mas aos 46 minutos do segundo tempo aconteceu o gol da Copa do Mundo, o craque Donavan puxou o ataque pelo meio-campo, os Estados Unidos se jogavam para o ataque, Altidore recebeu passe e concluiu, o goleiro fez defesa parcial e Donavan aproveitou o rebote e fez o gol da vitória emocionante, garantindo a classificação para os Estados Unidos.

Eslovênia 0x1 Inglaterra

Inglaterra vez três substituições no time e um deles foi Defoe que ao fazer o gol ainda no 1º tempo revigorou as esperanças inglesas, mas a Eslovênia não estava morta em Port Elizabeth. Os eslovenos tentavam o gol para assegurar a classificação, embora o empate de EUA e Argélia ainda desse uma vaga aos europeus. Fim de jogo a Eslovênia estava classificada, mas a notícia ruim logo chegou, gol dos Estados Unidos e a Eslovênia viu seu sonho ruir graças com o gol americano.

Alemanha 1x0 Gana

A Alemanha venceu Gana por 1 a 0, mas não houve motivos para nenhum torcedor que esteve no Soccer City ficar decepcionado. O resultado, além de colocar os alemães nas oitavas de final, também deu a vaga aos ganenses, únicos representantes africanos na próxima fase. Ozil, destaque da Alemanha na Copa, fez um golaço e garantiu a vitória.

Austrália 2x1 Sérvia

A Sérvia tinha chances reais de classificação. A Austrália, remotas. Mas, depois de um primeiro tempo sonolento, as duas equipes acordaram. Os australianos chegaram a abrir 2 a 0 e ainda sonhavam com uma goleada para avançar às oitavas. Os sérvios reagiram, descontaram e precisavam de um empate para ir ao mata-mata. Os minutos finais foram emocionantes: Sérvia no ataque, Austrália no contragolpe. Com a vitória australiana, os times se despedem da Copa ainda na 1ª fase. Pelo menos, com emoção.

Destaques do Dia:
Donavan (Estados Unidos), Ozil (Alemanha), Defoe (Inglaterra)

terça-feira, 22 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 12

México 0x1 Uruguai

Muitos suspeitavam de um jogo armado, pois as duas seleções classificariam com o empate, porém as duas seleções honraram seus países e jogaram para a vitória. Uruguai sempre melhor, com mais conclusões, mereceu ao final do primeiro tempo abrir o placar com Suárez. O segundo tempo mais equilibrado, chances claras para os dois times, mas nada de gols. Os melhores do grupo passaram. Uruguai e México classificados.

África do Sul 2x1 França

Praticamente as duas seleções eliminadas, precisando golear e torcer por resultado paralelo. A África do Sul, apesar de inferior, jogou melhor, teve gana e fez a torcida sonhar. Abriu 2x0, mas não aproveitou um jogador a mais. E ainda tomou um gol no segundo tempo que jogou água fria no time. Pelo menos se despediu com honra e vitória. E para quem pensava que a França já tinha envergonhado de todas as maneiras o país, o treinador francês Domenech não estendeu a mão para comprimentar Carlos Alberto Parreira, algo totalmente descortês. Era melhor a França nem ter vindo.

Grécia 0x2 Argentina

A Argentina colocou vários reservas, apesar que os reservas argentinos são ótimos. O time estava montado para Messi brilhar, mas a defesa grega se postou bem. Quando o jogo estava se encaminhando para o 0x0, Messi cobrou escanteio da esquerda, e Demichelis se redimiu das lambanças. Ele cabeceou, a bola bateu no braço de Diego Milito e voltou para o zagueiro, que encheu o pé: 1 a 0, 100% de aproveitamento. No apagar das luzes, aos 43 minutos, Palermo completou para o gol após sobra de lance de Messi. Argentina classificada.

Nigéria 2x2 Coréia do Sul

Um jogo muito emocionante e também marcado por gols incríveis perdidos pela Nigéria. Primeiro Nigéria na frente, depois empate da Coreia do Sul, em seguida virada asiática, por fim nova igualdade. Nigéria com a vitória se classificaria e foi para cima, mas faltou competência. Ayegbeni, com 20 minutos, perdeu um dos gols mais feitos da história dos Mundiais. Ayila cruzou para o atacante, de frente para a meta, a centímetros da linha, absolutamente sozinho, completar para fora. Incrível. Com o empate Coréia do Sul classificada.

Destaques do Dia:
Suárez (Uruguai), Park Chu-Young (Coréia do Sul)

segunda-feira, 21 de junho de 2010

COMPARATIVO CRAQUES BRASIL E ARGENTINA





COPA DO MUNDO - DIA 11

Portugal 7x0 Coréia do Norte

Portugal arrasou a Coréia do Norte. O único problema foi o primeiro gol que demorou 29 minutos para sair, após bela conclusão de Raul Meireles em excelente jogada de Tiago. Porteira aberta, o primeiro tempo acabou em 1x0. O técnico coreano decidiu tentar o empate, um erro. Abriu o time e tomou 2, 3, 4 e 5... faltava o gol de Cristiano Ronaldo, o craque português tentava de tudo, já havia carimbado novamente a trave, mas ainda não marcado o dele. Até que, aos 42 minutos do segundo tempo, em bola roubada por Liedson, sobra para Cristiano Ronaldo que divide com o goleiro, domina na nuca e apenas rola para o gol livre. O craque deixou sua marca no 6x0. Tiago, o craque do jogo, completou os 7x0 aos 44 minutos. Festa portuguesa.

Chile 1x0 Suiça

O Chile teve o domínio do jogo, mas a forte Suiça estava bem postada novamente. Já com dificuldades de fazer gols contra Honduras que tem uma defesa fraca, agora as dificuldades ficaram mais evidentes. Foram 20 conclusões, sendo 7 chutes em gol e 13 chutes para fora. Marcelo Bielsa preferiu iniciar o jogo com Suazo no lugar de Valdivia, mas não deu certo. No segundo tempo com o "mago" em campo as chances melhoraram e aos 29 minutos do segundo tempo, após belo passe de Valdívia, Paredes cruzou para Gonzales marcar o único gol da partida, acabar com os 550 minutos de invencibilidade dos suiços e garantir três pontos.

Espanha 2x0 Honduras

A pressão na Espanha era grande, muito badalada e favorita, a derrota para a Suiça era uma marca negativa nos espanhois. Mas o talento falou mais alto contra a fraca Honduras. Aos 7 minutos já três grandes chances criadas. Aos 16 minutos David Villa, camisa 7, recebeu lançamento longo, dominou, deu um drible desconcertante em Mendoza e Amado Guevara ao mesmo tempo, entrou na área, passou por Chavez e bateu sem defesa para Valladares. Golaço.

Agora porteira aberta para a goleada, mas não foi bem assim. Erros e mais erros nas conclusões. Esses espanhois são muito enfeitados. No segundo tempo, aos cinco minutos, finalmente outro gol. Xavi arrancou pelo meio e deu a bola na direita para Navas, que achou Villa sozinho na entrada da área. Ele dominou e contou com desvio em Figueroa no chute, encobrindo o goleiro Valladares. 2x0 e vitória garantida, hora de fazer saldo. Aos 15 minutos penâlti para a Espanha, Villa bate para fora. Substituições feitas, outras chances criadas e nada de gol. Fim de jogo nos 2x0 mesmo.

Destaques do Dia:
Tiago (Portugal), Cristiano Ronaldo (Portugal), Raul Meireles (Portugal), Valdivia (Chile), Benaglio (Suiça), Villa (Espanha)

domingo, 20 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 10

Eslováquia 0x2 Paraguai

Uma atuação madura do Paraguai. Com domínio do jogo desde o início, implantou o seu ritmo e ganhou com facilidade. A vitória iniciou com uma escalação ofensiva, com a colocação de Roque Santa Cruz no lugar de Torres desde o começo do jogo.

Paraguai atacou desde o início, criou oportunidade e o gol que estava maduro saiu aos 28. Após cobrança de lateral pelo Paraguai, Skrtel rebateu mal. A bola sobrou para Lucas Barrios, que deu lindo passe para Vera. A bola passou por entre as pernas de Salata e chegou ao meio-campista, que, apesar de marcado por dois adversários, foi rápido ao concluir de pé direito, com categoria, longe do alcance de Mucha.

No segundo tempo tudo se manteve, apesar do treinador eslovaco tentar com as substituições. E o sonho eslovaco de chegar às oitavas de final na primeira Copa que disputa como país independente se tornou ainda mais difícil aos 41 minutos. Os paraguaios Da Silva e Cardozo atrapalharam um ao outro na área adversária, mas a bola chegou até Riveros, que chutou bem, sem defesa para Mucha, marcando o segundo gol guarani.

Itália 1x1 Nova Zelândia

A Itália está muito fraca, sem poder de fogo, sem qualidade. A Nova Zelândia saiu na frente logo aos sete minutos. Elliot cobrou falta pela esquerda, Reid desviou de cabeça no meio do caminho para encontrar Smeltz, no segundo pau. O atacante estava em impedimento, mas, como o árbitro não marcou, cutucou por baixo de Marchetti para abrir o placar.

Aos 28 minutos Criscito fez cruzamento sem direção, mas Smith puxou a camisa de Rossi no meio da área. Pênalti duvidoso. Iaquinta cumpriu sua obrigação, deslocou o goleiro e empatou. Parecia que a Itália agora ia virar, que nada, jogo sem criatividade e equipes limitadas. Ficou no empate que complica a vida dos italianos na Copa.

Brasil 3x1 Costa do Marfim

Uma grande atuação brasileira, em um jogo com adversário mais difícil que os anteriores, o Brasil encaixou, soube se impor e mostrou que é favorito para a conquista. O contra-ataque desta seleção é mortal, se o adversário der espaço acaba tomando gols e gols.

O Brasil logo no primeiro minuto mostrou a força do contra-ataque com Robinho e Luis Fabiano. Robinho preferiu chutar de longe ao ver o goleiro adiantado, mas a bola passou raspando.

Costa do Marfim tinha um falso domínio, visto que quando o Brasil pegava a bola era muito perigoso. Assim aconteceu o primeiro gol brasileiro, aos 24 minutos, em uma fantástica tabela entre Robinho, Luis Fabiano e Kaká que colocou o centro-avante na cara do gol e este com uma bomba indefensável abriu o placar.

O segundo tempo voltamos melhor ainda e logo aos seis minutos em jogada individual Luis Fabiano deu chapéu em três jogadores e concluiu para o gol. Um belo gol, mas no domínio final de Luis Fabiano dá para ver que conduziu no braço.

O Brasil era melhor, com braço ou sem braço. Kaká em grande jogada pela esquerda cruzou para o meio da área em que Elano entrou livre ao se antecipar ao zagueiro costa marfiense. Gol de Elano. Aos 17 minutos da segunda etapa estava decidido o jogo.

Aí veio os fatos tristes, a seleção de Costa do Marfim que já estava entrando duro desde o início da partida, agora passou a agredir os jogadores brasileiros com diversas entradas maldosas. O árbitro nada vazia. Elano sai do jogo após entrada desleal. Michel Bastos também sofre. Kaká apanha e revida, cartão amarelo. No meio disso, aos 33 minutos, Drogba entra livre na área e de cabeça desconta. Continua a pacadaria e chega um momento que Kaká explode, revida com um encontrão, mas o jogador da Costa do Marfim monta um teatro. Kaká expulso. Tempo para mais nada, fim de jogo.

ÓTIMO: Julio Cesar, Luis Fabiano
BOM: Juan, Kaká
REGULAR: Maicon, Lucio, Elano, Robinho
RUIM: Michel Bastos, Gilberto Silva, Felipe Melo
PÉSSIMO: -
SEM NOTA: Daniel Alves, Ramires

Destaques do Dia:
Vera (Paraguai), Julio Cesar (Brasil), Luis Fabiano (Brasil)

sábado, 19 de junho de 2010

CULPA DA JABULANI?

Jabulani é a bola que está sendo utilizada na Copa do Mundo FIFA de 2010, realizada na África do Sul. Foi produzida pela Adidas e apresentada em 4 de dezembro de 2009, no sorteio dos grupos do torneio.

Julio Cesar falou antes da Copa: "Parece bola que se compra em mercado. É horrível, horrorosa.". Luis Fabiano decretou: "Ela é sobrenatural". Felipe Melo e Robinho também reclamaram. Kaká, politicamente correto e patrocinado pela Adidas, não entrou na polêmica.

Não foram apenas os brasileiros, o goleiro chileno Claudio Bravo comparou a mesma a uma bola de vôlei de praia. Sven Goran Eriksson disse: "É tarde para fazer algo sobre ela neste Mundial, mas é preciso que seja discutido pelas autoridades". A Adidas, porém, rebateu as críticas alegando que a bola foi feita após muitos anos de estudo e aprimoramentos tecnológicos.

Culpada ou não, alguns gols esquisitos estão acontecendo nessa Copa do Mundo.

a) Inglaterra 1x1 Estados Unidos - Dempsey domina na entrada da área e bate sem muita força, mas Green falha e cede o empate;


b) Argélia 0x1 Eslovênia - Koren domina na entrada da área, limpa a marcação e bate de direita. Chaouchi falha feio e aceita o chute no canto esquerdo;


c) Holanda 2x0 Dinamarca - Em cruzamento de Van Persie, Simon Poulsen joga contra a própria meta. A bola ainda bate em Agger antes de entrar;


d) Argentina 4x1 Coréia do Sul - Gol contra de Chu-Young (Coréia do Sul), complemento de canela após cruzamento lateral de Messi;


e) Grécia 2x1 Nigéria - Tziolis chuta forte, Enyeama bate roupa e Torosidis manda para as redes;


f) Holanda 1x0 Japão - Van Persie ajeita para trás, Sneijder bate forte e o goleiro desvia, mas a bola entra;


g) Austrália 1x1 Gana - Após falta batida por Bresciano, o goleiro Kingson bateu roupa numa bola fácil e Holman pegou a sobra para fazer o primeiro gol da partida.


A bola possui 11 cores diferentes, cada uma representando os dialetos e etnias diferentes da África do Sul. O nome da bola signifca "Celebrar", em isiZulu. Jabulani é uma palavra da língua Bantu isiZulu, um dos 11 idiomas oficiais da África do Sul. A bola da Copa 2010 tem apenas oito gomos em formato 3D. Seu design possui traços africanos, misturados numa diversificação de 11 cores - o branco predomina.

Uma versão especial da Jabulani, denominada Jo'bulani, foi anunciada pela Adidas e será usada na grande final da Copa. O nome da bola foi inspirado na cidade de Joanesburgo, que sediará a final, e muitas vezes é apelidada de Jo'burg.

COPA DO MUNDO - DIA 9

Holanda 1x0 Japão

Holanda jogou melhor, teve domínio, mas não foi o suficiente para ultrapassar a retranca japonesa. Faltou criatividade também para os holandeses, não sabiam como furar a defesa do Japão. Mas no início do segundo tempo, em uma bola que sobrou na entrada da área, Sneijder chutou forte, contou com a falha do goleiro e marcou o único gol da partida. Parecia que o jogo ia abrir neste momento, porém continuou com as defesas melhores que os ataques. O Japão no último lance quase empatou, mas Okasaki chutou por cima, confirmando a fama de péssimo definidores que o Japão possui.


Gana 1x1 Austrália

Esperado um jogo equilibrado e de muita força, característica dos dois times. E confirmou. Mas falta futebol para os dois times, a Austrália até merecia mais sorte no jogo, abriu o placar logo aos 11 minutos. Após falta batida por Bresciano, o goleiro Kingson bateu roupa numa bola fácil e Holman pegou a sobra para fazer o primeiro gol da partida.

Parecia que a Austrália partiria para a vitória e embolaria o grupo, mas Gana, aos 25 minutos, fez fantástica jogada pela direita com Ayew, atacante filho de Abedi Pelé, e cruzou rasteiro para o meio. Mensah soltou a bomba e Kewell, em cima da linha, salvou com o braço. Pênalti e cartão vermelho para o camisa 10 australiano. Na cobrança, Gyan deslocou o goleiro e fez a festa da torcida africana.

Quando todos esperavam que Gana fosse para cima e garantisse a classificação, vimos um time africano administrando o empate e não usando a vantagem de um jogador a mais. Austrália inclusive mereceu a vitória, mas não conseguiu. Grupo sem definição, Gana chega na última rodada para o jogo contra Alemanha na liderança, Sérvia consegue a segunda vaga se ganhar da Austrália que pode se classificar se ganhar de goleada.

Camarões 1x2 Dinamarca

Um jogo muito agradável de ver. As duas equipes querendo a vitória e buscando oportunidades. Camarões iniciou melhor, foi para cima e complicava a saída de bola. Em uma delas C. Poulsen passou errado e Webo cruzou para Eto'o que chutou rasteira sem chances para o goleiro. Festa e alegria camaronense. A Dinamarca não se abateu e foi criando oportunidades, em uma jogada rápida pela direita, Rommerdahl aproveita a defesa em linha e cruza rasteiro. O atacante Bendtner conclui para o gol e marca o empate.

O jogo continuou de alto nível, Camarões concluindo mais, porém Dinamarca com jogadas bem trabalhadas. Aos 15 minutos do segundo tempo Rommedahl de canhota virou o jogo. Depois quase outro gol da Dinamarca, quase empate de Camarões, mais chances dos camaronenses, outra dos dinamarqueses e ficou no 2x1 mesmo.

Destaques do Dia:
Ayew (Gana), Eto'o (Camarões), Rommedahl (Dinamarca), Bendtner (Dinamarca), Agger (Dinamarca)

MUDANÇA NOS CARTÕES AMARELOS

Importante mudança na regra dos cartões amarelos para essa Copa do Mundo ressaltou agora a pouco José Roberto Wright na trasmissão de Holanda x Japão.

A novidade é que nas semifinais serão zerados os cartões ao invés de após a primeira fase, ou seja, ninguém ficará fora da final (ou terceiro lugar) por causa de cartão amarelo. O jogador pode até ficar fora da semifinal se tomar cartão nas quartas e oitavas de final, mas se chegar na semifinal com um cartão amarelo, será zerado, assim não tem como ser suspenso do jogo final por ter tomado dois cartões.


E não é tão incomum este caso, em 1998 o zagueiro francês Blanc ficou fora da final contra o Brasil por causa de cartão amarelo. Em 2002 o craque alemão Ballack também não disputou a final por causa de amarelo. E em 2006 foi também o alemão Lahm que ficou fora da decisão de terceiro lugar pelo mesmo motivo.

Acho uma ótima mudança privilegia a final para que os jogadores estejam disponíveis para o grande momento da Copa do Mundo.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 8

Alemanha 0x1 Sérvia

Zebra? Sim. Mas era zebra hoje. Ninguém colocava a Alemanha como uma ótima seleção, mas depois da primeira rodada e a bela atuação, virou favorita. Todos temiam a Sérvia e torciam para evita-la no sorteio, mas depois da derrota para Gana na primeira rodada, todos olhavam ela como fraca. Por isso a surpresa com a vitória sérvia de 1x0 contra a forte Alemanha.

Foi um bom jogo, mas a Alemanha estava em um nível mais baixo de rendimento nesta rodada, acrescentado com a expulsão, injusta na minha opinião, de Klose na metade do primeiro tempo. Minutos depois a Sérvia aproveitou e marcou com Milan Jovanovic que na comemoração marcou essa Copa do Mundo com uma das cenas mais emocionantes. Foi até o torcedor, saiu do gramado e quase subiu na arquibancada, unindo torcida e jogadores. Uma felicidade explicável por ser o primeiro gol em copas da Sérvia como país independente, além de 37 anos sem vitória contra os alemães. Podolski no segundo tempo ainda errou um penâlti, bela defesa de Stojkovic, festa sérvia e ameaça alemã. Grupo equilibrado.

Eslovênia 2x2 Estados Unidos

A Eslovênia chegou a abrir 2x0, gols de Birsa e Ljubijankic, e ter a classificação garantida, mas a seleção eslovena permitiu a reação dos americanos em Joanesburgo, com Donovan e Bradley marcando na segunda etapa. Edu ainda fez o que seria o gol da virada, mas o lance foi estranhamente anulado pelo árbitro Koman Coulibaly, de Mali.

Este foi o grande erro de arbitragem até o momento da Copa do Mundo, veja o lance.

Inglaterra 0x0 Argélia

Talvez o pior jogo da Copa. Sonolento, chato e de baixa qualidade, não poderia esperar outro resultado da partida. A Inglaterra maltratou a bola, dos ingleses poderiamos esperar futebol, da Argélia não se esperava nada mesmo. Não foi a toa as vaias fortes dos espectadores presentes ao estádio. Tenho certeza que muita gente vaiu em casa (ou desligou a TV).

Destaques do Dia:
Jovanovic (Sérvia), Stojkovic (Sérvia)

COPA DO MUNDO - DIA 7

Argentina 4x1 Coréia do Sul

A atuação da Argentina se repetiu, assim como na primeira rodada o time argentino teve domínio de bola, driblou, criou diversas chances, só que desta vez a bola entrou. Principalmente do atacante Higuain que foi muito criticado pelo primeiro jogo. Mas a Argentina voltou a mostrar deficiências na zaga, porém um fantástico ataque, onde tem craques no time principal e nos reservas. Messi foi brilhante novamente, mas não fez o seu. Com o jogo em um perigoso 2x1, veio do banco mais um grande jogador, Aguero, que ao entrar deu o toque que faltava para deslanchar o resultado e chegar aos 4x1.

Grécia 2x1 Nigéria

Jogo meio monótono e a Nigéria contudo para obter a vitória e decidir a classificação com a Coréia do Sul na última rodada, mas, sempre tem um "mas", uma bobagem do jogador Kaita fez o jogo pegar fogo. Aos 33 minutos do primeiro tempo em agressão imbecíl Kaita foi expulso e deu início a reação dos guerreiros gregos. Ainda no primeiro tempo em chute cruzado Salpingidis empatou. O jogo permaneceu emocionante, mas os deuses não foram justos com o ótimo goleiro Enyeama, em um chute fronta o goleiro falhou e deu rebote e Torosidis completou para o gol livre. Era a vitória grega. Mas nada definido, na última rodada Coréia do Sul e Nigéria se enfrentam. Se der o normal que é vitória da Argentina contra a Grécia, o vencedor entre coreanos e nigerianos estará na segunda fase.

França 0x2 México

O México jogou como nunca e.... ganhou como nunca. A França está em decadência técnica e só era apontada entre as grandes porque nas últimas três copas esteve em duas finais, porém o time é muito fraco e em campo confirmou isso. Com baixa qualidade técnica a partida mostrou uma França que nem conseguiu criar oportunidades boas de gol. Já o México também de mediana apresentação mostrou que estava a fim da vitória, tanto que aos 3 minutos já havia colocado uma na trave. O México estava posicionado para os contra-ataques, mas não aproveitou no primeiro tempo. No segundo foi diferente, decidido a ganhar o jogo foi colocado Hernandez em campo e assim o México atacou e abriu o placar aos 19 minutos com o próprio Hernandez. A França fez substituições para tentar reagir, nada que desse resultado. Aos 33 minutos o veterano Blanco fez de penâlti o segundo gol e decretou a crise de vez na França.

Destaques do Dia:
Higuain (Argentina), Messi (Argentina), Aguero (Argentina), Hernandez (México)

quinta-feira, 17 de junho de 2010

CONMEBOL MUDA DATA DE SÃO PAULO x INTER

A Conmebol anunciou nesta quarta-feira mudança de data da partida de volta entre São Paulo e Internacional, pela semifinal da Copa Libertadores da América.

O jogo, que estava marcada para o dia 4 de agosto, quarta-feira, foi transferida para o dia 5 de agosto, quinta-feira, às 21h50min, no Morumbi.

Nada muda em relação ao jogo de ida, marcado para 28 de julho, às 21h50min, no Beira-Rio.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

COMPARATIVO KAKÁ E MESSI

COPA DO MUNDO - ESTATÍSTICAS DA PRIMEIRA RODADA

Gols marcados: 25 gols
Jogos: 16 jogos
Média de gols: 1,56
Placar mais comum: 1x0 em sete vezes

BRASIL é a seleção que mais chutou na primeira rodada com 26 chutes, sendo 10 chutes em gol, 9 chutes para fora e 7 chutes bloqueados. JAPÃO e COSTA DO MARFIM foram os que chutaram menos com 5 chutes.


Quem mais teve chutes certos de dentro da área foi a ALEMANHA com oito chutes. Chutes certos de fora da área quem mais concluiu foi a ESPANHA com seis chutes.

HOLANDA e CAMARÕES pararam duas vezes na trave ou travessão.

Quem mais chutou a gol foi LIONEL MESSI (ARGENTINA) com oitos chutes, sendo quatro conclusões certas.

Em desarmes quem está em primeiro é a seleção do PARAGUAI com 24 desarmes.

CAMARÕES é quem mais cometeu faltas com 29 faltas. A ARGENTINA foi a menos faltosa, com apenas 7 faltas.

Cartão Vermelho direto apenas a AUSTRÁLIA levou. Mas expulsos pelo segundo cartão amarelo tivemos também um jogador nas seguintes seleções: ARGÉLIA, SÉRVIA e URUGUAI.

CORÉIA DO NORTE, CORÉIA DO SUL e ESPANHA foram as únicas seleções que não tomaram cartões na primeira rodada.

Quem mais bateu foi ABOU DIABY (FRANÇA) com sete faltas cometidas. Quem mais apanhou foi YUJI NAKAZAWA (JAPÃO) que sofreu sete faltas.

Quem melhor passou na primeira rodada foi o BRASIL com 82,95% dos passes certos. Os dois melhores passadores foram MAICON (BRASIL) com 108 passes (90 completados) e MICHEL BASTOS (BRASIL) com 102 passes (86 completados).

Quer saber mais estatísticas oficiais, consulte: http://pt.fifa.com/worldcup/statistics/index.html

COPA DO MUNDO - DIA 6

Chile 1x0 Honduras

Honduras todos consideravam um saco de pancadas. E foi. Só que o Chile não soube aproveitar e ainda correu riscos de tomar gol. Sanchez e Valdívia foram bem, articularam todos os ataques, porém centralizaram as jogadas no primeiro tempo. Mesmo assim o Chile chegou ao gol com Beausejour em uma rara jogada que usou os laterais. No segundo tempo voltou jogando mais bonito, porém continuou errando gols. Suazo fez falta, tanto o Suazo (David) de Honduras, como o Suazo (Humberto) do Chile. Os chilenos mostraram potencial para fazer uma boa copa.

Espanha 0x1 Suiça

Pintou a grande zebra. A Espanha, maior favorita nas bolsas européias de apostas, estreiou com derrota para a Suiça. Nem foi para um adversário médio, foi para a fraca Suiça. Todos sabiam que a Suiça tinha uma ótima defesa e sabe montar uma estratégia defensiva, mas ninguém imaginava uma derrota. A Espanha até que tentou, criou oportunidades, mostrou bom futebol, 80% de posse de bola, mas não conseguiu furar o paredão suiço.

O pior estava por vir, aos seis minutos do segundo tempo a Suiça fez o crime, Gelson Fernandes marcou após um bate e rebate. No replay podemos verificar a posição de impedimento de Gelson Fernandes na jogada. Porém é difícil de condenar a arbitragem pela dificuldade do lance. Várias finalizações, 24 da Espanha e 8 da Suiça, ambas tocaram bolas na trave, mas o resultado ficou no 1x0.

África do Sul 0x3 Uruguai

Uruguai começou o jogo bem postado, defesa sólida e tomou o domínio do jogo. Forlán desde o início mostrou que estava inspirado, com boa participação e chamando o jogo. Aos 24 minutos em um belo chute de fora da área (que resbalou no corpo de Mokoena) o atacante Diego Forlán abriu o placar com um gol de cobertura. Golaço. A África do Sul estava completamente abalada em campo.

No segundo tempo continuou o domínio do Uruguai, as chances do segundo gol sempre estiveram mais perto do que o gol de empate, porém a bola não entrava. Mas aos 30 minutos do segundo tempo Suarez driblou Khune e sofreu pênalti. Achei injusta a expulsão do goleiro, deveria no máximo ser cartão amarelo. Não concordo estas punições, o cara ganha um pênalti e ainda o adversário fica com um a menos? isso é dupla punição. Acho exagero. Forlán bateu com categoria e marcou o segundo gol. Quando a torcida já ia embora, aos 49 minutos, Suarez cruzou para Pereira que completou livre para o gol. Estava decretada a goleada.

Destaques do Dia:
Valdívia (Chile), Sanchez (Chile), Diego Forlán (Uruguai)

terça-feira, 15 de junho de 2010

FALA GALVÃO

COPA DO MUNDO - DIA 5

Nova Zelândia 1x1 Eslováquia

Eslováquia estreiava na Copa desde sua separação da República Tcheca. Nova Zelândia voltava a Copa após quase 30 anos, onde foi saco de pancadas em 1982. Não se esperava nada desse jogo e foi isso mesmo que aconteceu, nada. Um jogo chato e de baixa qualidade técnica. O primeiro gol do jogo, da Eslováquia, foi em completo impedimento. E não era difícil o bandeira marcar. Aos 48 minutos do segundo tempo a justiça foi feita, empate da Nova Zelândia.

Costa do Marfim 0x0 Portugal

Costa do Marfim, sem poder contar com o craque Drogba desde o início, iniciou na defesa, com quase toda equipe recuada. Portugal, sem muito espaço, tinha a posse de bola. Cristino Ronaldo em jogada individual carimbou a trave. Porém a Costa do Marfim começou a tomar a posse de bola e ser mais aguda, começou a criar oportunidades, principalmente com Gervinho. Drogba entrou aos 20 minutos do segundo tempo, o perigo aumentou, porém nada que justificasse a saída do 0x0

Brasil 2x1 Coréia do Norte

Esperava-se mais da Seleção Brasileira, principalmente considerando que o adversário era um dos mais fracos. Lógico que a Coréia do Norte ia vir com 11 na defesa, todos sabiam disso, inclusive Dunga. Mas o Brasil mostrou pouca criatividade para criar opções de gol.

O primeiro tempo foi muito fraco, bola rolando e um lado para o outro, mas criatividade zero. No segundo tempo o Brasil voltou melhor. Robinho estava jogando mais no meio e conseguindo abrir espaços, Elano começou a se aproximar do ataque e os laterais Maicon e Michel Bastos passaram a ser opções no apoio. Em boa jogada de Elano e passagem de Maicon, esse recebeu na direita e chutou cruzado, o goleiro tinha saído para marcar a cruzada e tomou o gol direto. Brasil 1x0.

Porteira aberta era hora de mais gols, em fantástico passe em diagonal de Robinho, Elano entrou pela direita e tocou na saída do goleiro. Brasil 2x0. Dunga colocou Daniel Alves, Ramires e Nilmar. Avançou o time, queria fazer saldo. Nilmar criou duas oportunidades, ambas o goleiro defendendo. O que ninguém esperava aconteceu aos 43 minutos, Yun Nam fez pela penetração pela esquerda e chutou forte na saída de Julio Cesar, placar final 2x1.

ÓTIMO: -
BOM: Maicon, Elano, Robinho
REGULAR: Julio César, Lúcio, Juan, Michel Bastos, Felipe Melo, Nilmar
RUIM: Gilberto Silva, Kaká, Daniel Alves
PÉSSIMO: Luis Fabiano
SEM NOTA: Ramires

Destaques do Dia
Robinho (Brasil), Elano (Brasil), Maicon (Brasil)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 4

Holanda 2x0 Dinamarca

Bom jogo, os dois favoritos para passar no Grupo E. A Dinamarca mostrou qualidade principalmente com Brendtner que não aguentou todo o jogo, pois vinha de lesão que quase retirou ele da estréia. A Holanda não encantou, mas mostrou que tem potencial. Sem Robben, seu grande jogador, mostrou qualidade com Van Bommel, Sneijder, Van Persie e Van der Vaart.

O primeiro gol caiu do céu, gol contra de Poulsen contra. Não entendo porque ficou rindo após fazer a lambança. Depois a Holanda começou a administrar o resultado, algo que não é muito a especialidade deles, mas deu certo. Mesmo assim, Kuyt fez mais um em rápido contra-ataque.

Com um público de mais de 80 mil pessoas no Soccer City, vimos a estréia de mais uma favorita ao título.

Japão 1x0 Camarões

Talvez a primeira injustiça da Copa do Mundo. Camarões atacou mais, chutou a gol, mandou bola na trave, outra passou raspando e nada de gol. Japão teve oportunidade com Honda perto do final do primeiro tempo, com calma o japonês dominou e marcou o único gol da partida.

Itália 1x1 Paraguai

Típica estréia italiana. Jogo feio e no final conseguem um empate heróico. Não pense que pelo futebol ruim a Itália pode ser descartada. É favorita sim. Paraguai mostrou que é a segunda força do grupo, apesar dos problemas no ataque que se repetem a cada Copa do Mundo.

Destaques do Dia:
Ninguém

domingo, 13 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 3

Argélia 0x1 Eslovênia

Grande número de argelinos nas arquibancadas. Emoção da torcida por estar em um mundial após 20 anos, porém a emoção virou descontrole e alto risco de segurança aconteceu com torcedores invadindo o campo para abraçar os atletas e um torcedor que subiu na torre do refletor.

Em campo nada de especial. Jogo chato e sonolento, nenhum destaque. Só não aconteceu outro empate por falha do goleiro Chaouchi da Argélia. Mais um frango.

Sérvia 0x1 Gana

Primeira partida da Sérvia em Copa do Mundo como um país independente, mas acabaou sendo a primeira vitória de uma seleção africana na Copa 2010.

O duelo marcou ainda um encontro inusitado. O treinador Milovan Rajevac, que dirige Gana desde 2008, é sérvio de nascimento e teve de encarar seu país de origem.

Um jogo equilibrado desde o início, mas a Sérvia se descontrolou no final. Likovic foi expulso aos 29 minutos do segundo tempo e, oito minutos depois, de forma boba, Kuzmanovic colocou a mão na bola após cruzamento. Pênalti para Gana.


Gyan, que já tinha acertado a trave no início do segundo tempo, bateu o pênalti e converteu o gol da vitória. No finalzinho quase fez o segundo, mas também tocou na trave em lance que depois foi confimado impedimento.

Alemanha 4x0 Austrália

A Alemanha é forte candidata para a Copa do Mundo, além da força da equipe e tradição, nesta Copa do Mundo mostrou um time habilidoso, muito bem montado e inteligente.



O esquema é o 4-5-1, sendo que os laterais Lahm e Badstuber sobrem muito pouco, mas o meio campo tem a sustentação por Schweisteiger e Khedira. Depois é só criatividade. Três meias avançados, sendo que Muller aberto pela direita, Podolski pela esquerda e Ozil centralizado. Estes três com liberdade para chegar no ataque e se juntar ao único atacante Klose.

No segundo tempo o ritmo não baixou, Muller jogou demais, Ozil manteve o nível e saiu o primeiro gol de um brasileiro na Copa, este foi de Cacau que entrou no lugar de Klose.

Ozil tem tudo para ser a revelação da Copa do Mundo. Meia de criação com forte chegada no ataque, com visão de jogo e criatividade.

Depois da atuação de hoje, ninguém lembra da lesão de Ballack.

Destaques do Dia:
Gyan (Gana), Ozil (Alemanha), Muller (Alemanha)

O MAIOR ARTILHEIRO NA HISTÓRIA DAS COPAS

Na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, o atacante Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, com 15 gols no total. Ele ultrapassou o alemão Gerd Müller, que fez 14. Agora, outro alemão quer assumir o topo da lista de goleadores: Miroslav Klose.

"Gerd Müller tem 14 gols, Ronaldo, 15. Se marcar outra vez cinco gols no Mundial, terei conseguido", disse Klose, em entrevista publicada pela revista "Sport Bild", no mês de outubro do ano passado.

Hoje a Alemanha estreiou na Copa do Mundo, Miroslav Klose marcou 1 gol e chega a 11 na história das copas, empatando com outro grande jogador alemão, Jurgen Klismann.

Artilheiros na história das Copas do Mundo
Ronaldo (Brasil) - 15 gols
Gerd Müller (Alemanha) - 14 gols
Just Fontaine (França) - 13 gols
Pelé (Brasil) - 12 gols
Kocsis (Hungria) - 11 gols
Klinsmann (Alemanha) - 11 gols
Miroslav Klose (Alemanha) - 11 gols

DANÇA DOS TÉCNICOS


Celso Roth no Interncional. Cuca no Cruzeiro. Felipão no Palmeiras. PC Gusmão no Vasco. E ainda vem mais novidades.

Essa parada para a Copa do Mundo já anunciava grandes mudanças nos Clubes. Mas talvez ninguém esperasse tantas surpesas. Agora fica a dúvida sobre Adilson Batista. Será que vai para o Flamengo?

Veja como está a dança dos técnicos nos clubes da Série A
Atlético GO - Sem treinador no momento, Geninho saiu.
Atlético MG - Wanderlei Luxemburgo segue no comando, mas está na corda bamba.
Atlético PR - Capergiani assumiu recentemente.
Avaí - Perícles Chamusca, mas cai em breve.
Botafogo - Joel Santana segue firme e forte.
Ceará - Sem treinador, PC Gusmão foi para o Vasco.
Corinthians - Mano Menezes com contrato renovado.
Cruzeiro - Cuca no lugar de Adilson Batista.
Flamengo - Rogério Lourenço sai a qualquer momento. Adilson Batista deve assumir.
Fluminense - Muricy Ramalho está com a bola toda.
Goiás - Leão teve início difícil, mas os resultados estão aparecendo.
Grêmio RS - Silas segue sem muitas cobranças.
Grêmio SP - Toninho Cecílio por enquanto.
Guarani - Vagner Mancini começou bem na equipe.
Internacional - Uma surpresa, Celso Roth assume a equipe para a Libertadores.
Palmeiras - Luiz Felipe Scolari retorna ao Palestra com força total.
Santos - Segue Dorival Jr, apesar de já apresentar instabilidades no relacionamento.
São Paulo - Ricardo Gomes é o treinador para as semifinais da Libertadores.
Vasco da Gama - Ninguém esperava a saída de Roth, resposta rápida: PC Gusmão.
Vitória - Ricardo Silva, mas já tá balançando.

PROBLEMAS NO TRÂNSITO E SEGURANÇA

A falta de estrutura de transporte público e o caos no trânsito trouxe brincadeiras por parte da imprensa que está em Joanesburgo. Vários mandaram recados para o Governo e Município dizendo que Porto Alegre estava pronta e nem precisava de investimento. Lógico que uma brincadeira comparando com a África, temos muito que evoluir.

Mas pelo que tenho lido, não foi erro dos organizadores da Copa do Mundo, foi mais um problema social. A Prefeitura de Joanesburgo até tentou implantar um sistema de ônibus, mas os donos das vans clandestinas, apedrejavam os coletivos e agrediam os motoristas. Houve até morte nestes conflitos.

No estádio também está o perigo. Inicia pela cerveja em garrafa liberada para comercialização dentro do estádio.

A invasão em campo antes da partida foi lamentável. Um grupo de torcedores da Argélia invadiu o campo para abraçar os jogadores, antes da estreia da seleção na Copa do Mundo, neste domingo, contra a Eslovênia. Os fãs entraram no gramado do estádio Peter Mokaba e abraçaram os atletas do país, que faziam o reconhecimento. Ainda bem que ficaram apenas em fotos, mas mostra a falta de segurança que estão os estádios.



Hoje, na partida entre Argélia e Eslovênia, houve uma grande falha de segurança, permitindo um torcedor da Argélia subir em uma das torres de iluminação, causando grande confusão e perigo.



CARLOS SIMON FEZ ÓTIMA ARBITRAGEM

O trio Carlos Simon, Altemir Hausmann e Roberto Braatz foram escalados para um jogo difícil, não só porque as duas seleções são as favoritas do grupo, como Inglaterra x Estados Unidos era um jogo de alto risco de segurança.

Diversas medidas de segurança foram tomadas. Houve mobilização de reforços, cães treinados, especialistas em explosivos. Aumentaram os controles nos acessos. As unidades especializadas estavam em estado de alerta, assim como a Força Aérea. A abertura dos portões foram atrasadas pois uma nova revista antibomba foi feita minutos antes do acesso do público.

Em meio este ambiente, Carlos Simon e os auxiliares brasileiros tiveram uma atuação segura, sem lances polêmicos e sem impacto no resultado da partida. Distribuiu seis cartões amarelos, deixou o jogo correr e controlou bem a partida nos momentos dos ânimos mais acirrados.

Após a atuação de hoje, acredito que veremos Simon em mais jogos nesta Copa do Mundo. Tomara que faça uma excelente Copa e encerre a carreira em alto nível.

IGUAL A COBERTURA DO BEIRA-RIO

Para quem quer imaginar como vai ficar o Beira-Rio coberto, basta olhar o Porto Elizabeth Stadium, local onde houve o jogo Coréia do Sul x Grécia. É o mesmo material que será utilizado para a cobertura do Beira-Rio, apesar que nosso estádio é mais ovalado.




sábado, 12 de junho de 2010

CELSO ROTH É O NOVO TREINADOR DO INTER

Celso Roth foi anunciado hoje como novo treinador do Internacional. Talvez para surpresa de muitos, considerando que seu nome não foi especulado e estava recentemente empregado no Vasco da Gama.

Falar do Celso Roth é fácil, todos conhecem seu estilo. Já treinou o Internacional duas vezes, em 1997 conquistou o Campeonato Gaúcho e iniciou muito bem o Campeonato Brasileiro, porém no final perdemos a classificação pro Palmeiras e ficamos fora da final. No Grêmio teve passagens semelhantes, recentemente aconteceu o mesmo no Campeonato Brasileiro de 2008, quando saiu na frente e depois acabou em segundo lugar.

Considerando que ele dá um resultado imediato, é uma boa trazê-lo já para as semifinais e finais da Libertadores. Vai preparar e organizar neste mês o time exatamente para estes jogos.

Em um ano de tantas coincidências de 2006 e 2010 do Internacional na Libertadores, talvez aí esteja mais uma. Abel Braga em 2006 estava para a torcida assim como Celso Roth está em 2010. Todos concordam que Celso Roth arma bem o time, mas ainda não ganhou um grande título, semelhante a Abel em 2006.

COPA DO MUNDO - DIA 2

CORÉIA DO SUL 2x0 GRÉCIA

A Coréia do Sul mostrou que pode ser a segunda força do Grupo B e passar para a próxima fase. Com um futebol rápido e contando com a qualidade de Park Ji-Sung, ótimo jogador do Manchester United e está em sua terceira Copa do Mundo. A Grécia mais uma vez decepcionou, ninguém entende até hoje como conseguiu ganhar a Eurocopa de 2004. Será facilmente eliminada na primeira fase.

ARGENTINA 1x0 NIGÉRIA

Virou um tango. O jogo começou com a Argentina na frente, com grande atuação de Messi, desta vez melhor posicionado e tendo a liberdade para arrancar em direção ao gol. Logo no início gol de Heinze após escanteio e falta de marcação dos nigerianos. Parecia que ia ser goleada, mas o jogo complicou, Argentina criava oportunidades, mas parava no goleiro Vincent Enyeama. A Nigéria também criou, mostrou fragilidades da Seleção Argentina, teve chances claras de fazer o gol, mas não colocou a bola pra dentro. Chamou atenção o terno do Maradona, acho que ele tá mal de dinheiro, bem que poderia ter feito um terno sob medida, aquele parece que comprou na loja e vestiu.


INGLATERRA 1x1 ESTADOS UNIDOS

Aos 3 minutos Gerrard abriu o placar. Em um duelo clubistico entre Gerrard do Liverpool e Tim Howard, goleiro dos EUA e Everton, deu Gerrard no primeiro round , mas depois Tim Howard fechou o gol. Estados Unidos é bom time, mostrou jogo, mas fez o gol no frangaço do goleiro Green em uma bola bem fraca. Esperado, visto que a posição de goleiro era uma das indefinições de Fábio Capello. Green deve perder a posição para o veterano James no próximo jogo.

Destaques do Dia:
Park Ji-Sung (Coréia do Sul), Lionel Messi (Argentina), Vincent Enyeama (Nigéria)

COPA DO MUNDO - DIA 1

Habemos Copa!

Finalmente começou a Copa do Mundo. Festa maravilhosa e emocionante do povo africano. Acompanhei pela Rádio Gaúcha o pré-jogo, vários problemas de mobilidade urbana e acesso ao estádio. Algo esperado, temos que ter em mente que não vamos repetir o nível da Copa da Alemanha, temos que aceitar a cultura e estrutura do país sede. Isto também vale para a Copa de 2014, temos que aceitar e respeitar nossas limitações. Porém podemos avançar em organização muito em relação a estrutura atual.

Após semanas de apelos aos torcedores de Johannesburgo para que não fossem de carro acompanhar a abertura da Copa do Mundo entre África do Sul e México no Soccer City, a polícia comemorou não ter acontecido nenhum problema grave de trânsito nesta sexta-feira, segundo o jornal Sport24. Mas alguns relatos encontrados na internet não foram neste sentido, durante todo o dia, a estrada N1 que dá acesso ao Soccer City teve grande movimentação de carros, que acabaram criando um engarrafamento. Precavidos, os torcedores que entravam na via deixaram os carros nos "bolsões" criados pela organização e pegavam o Ônibus Rápido. Alguns torcedores e imprensa tiveram que encarar caminhadas de 6 km para chegar ao estádio, evitando os engarrafamentos.


ÁFRICA DO SUL 1x1 MÉXICO

Muita raça da Seleção da África do Sul, emocionados com a festa da torcida, de cara proporcionaram uma grande imagem ao entrar no campo cantando e vibrando. País simpático, tem a torcida de todos, em especial dos brasileiros por ter Carlos Alberto Parreira no comando. Porém em campo mostrou suas deficiêcias, mas foi melhor que o México. A África rápida conseguiu abrir o placar em um contra-ataque rápido, mas no segundo tempo, após substituições feitas, o México começou a apertar até a chegar no empate. Legal ver Blanco em campo. Empate justo.

URUGUAI 0x0 FRANÇA

Esperava mais desse jogo. Falta meio-campo para Uruguai. Falta ataque para a França. Em um jogo chato e truncado, prevaleceu as defesas. Acredito que a França ficará no caminho da primeira fase.

Destaques do dia:
Tshabalala (África do Sul)

domingo, 6 de junho de 2010

SAUDAÇÕES

Saudações Coloradas a todos amigos.

Finalmente vou estreiar o blog, o desejo é colocar minhas opiniões do esporte, principalmente futebol.

O ponto de vista principal do blog será administração, marketing, atendimento ao sócio e torcedor pois são as principais atividades da minha atuação na Diretoria do Sport Club Internacional.

Mas também vou falar de futebol dentro de campo, em destaque para a Copa do Mundo que inicia em breve.