Quem sou eu

Minha foto
Um amante de esportes, em especial o futebol. Bacharel em Administração, pós-graduado em Finanças e Tecnologia da Informação. No futebol atuou na Vice-Presidência de Administração do Sport Club Internacional de 2007 a 2010 e de 2015 a 2016. Membro da Comissão de Laudos Técnicos dos Estádios pelo Ministério do Esporte e Coordenador-Geral de Modernização da Secretaria Nacional do Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor no Ministério do Esporte em 2011.

terça-feira, 15 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 5

Nova Zelândia 1x1 Eslováquia

Eslováquia estreiava na Copa desde sua separação da República Tcheca. Nova Zelândia voltava a Copa após quase 30 anos, onde foi saco de pancadas em 1982. Não se esperava nada desse jogo e foi isso mesmo que aconteceu, nada. Um jogo chato e de baixa qualidade técnica. O primeiro gol do jogo, da Eslováquia, foi em completo impedimento. E não era difícil o bandeira marcar. Aos 48 minutos do segundo tempo a justiça foi feita, empate da Nova Zelândia.

Costa do Marfim 0x0 Portugal

Costa do Marfim, sem poder contar com o craque Drogba desde o início, iniciou na defesa, com quase toda equipe recuada. Portugal, sem muito espaço, tinha a posse de bola. Cristino Ronaldo em jogada individual carimbou a trave. Porém a Costa do Marfim começou a tomar a posse de bola e ser mais aguda, começou a criar oportunidades, principalmente com Gervinho. Drogba entrou aos 20 minutos do segundo tempo, o perigo aumentou, porém nada que justificasse a saída do 0x0

Brasil 2x1 Coréia do Norte

Esperava-se mais da Seleção Brasileira, principalmente considerando que o adversário era um dos mais fracos. Lógico que a Coréia do Norte ia vir com 11 na defesa, todos sabiam disso, inclusive Dunga. Mas o Brasil mostrou pouca criatividade para criar opções de gol.

O primeiro tempo foi muito fraco, bola rolando e um lado para o outro, mas criatividade zero. No segundo tempo o Brasil voltou melhor. Robinho estava jogando mais no meio e conseguindo abrir espaços, Elano começou a se aproximar do ataque e os laterais Maicon e Michel Bastos passaram a ser opções no apoio. Em boa jogada de Elano e passagem de Maicon, esse recebeu na direita e chutou cruzado, o goleiro tinha saído para marcar a cruzada e tomou o gol direto. Brasil 1x0.

Porteira aberta era hora de mais gols, em fantástico passe em diagonal de Robinho, Elano entrou pela direita e tocou na saída do goleiro. Brasil 2x0. Dunga colocou Daniel Alves, Ramires e Nilmar. Avançou o time, queria fazer saldo. Nilmar criou duas oportunidades, ambas o goleiro defendendo. O que ninguém esperava aconteceu aos 43 minutos, Yun Nam fez pela penetração pela esquerda e chutou forte na saída de Julio Cesar, placar final 2x1.

ÓTIMO: -
BOM: Maicon, Elano, Robinho
REGULAR: Julio César, Lúcio, Juan, Michel Bastos, Felipe Melo, Nilmar
RUIM: Gilberto Silva, Kaká, Daniel Alves
PÉSSIMO: Luis Fabiano
SEM NOTA: Ramires

Destaques do Dia
Robinho (Brasil), Elano (Brasil), Maicon (Brasil)

Um comentário:

  1. Acho que o Luis Fabiano não merece esta nota... como atacante de área o que ele tem de fazer é aproveitar cruzamentos e tentar se desmarcar dentro da área para receber a bola.
    O problema é que mesmo os jogadores da Coréia serem baixos os cruzamentos foram terríveis, tanto de bola rolando como em bola parada, algo "normal" pelo visto nos jogos das seleções...

    A bola, que é o centro das atenções do futebol, foi um golpe no que poderia ser um brilho nesta copa do mundo. Este tipo de "teste" não deveria ser feito em uma competição desta expressão...

    abraço!

    ResponderExcluir