Quem sou eu

Minha foto
Um amante de esportes, em especial o futebol. Bacharel em Administração, pós-graduado em Finanças e Tecnologia da Informação. No futebol atuou na Vice-Presidência de Administração do Sport Club Internacional de 2007 a 2010 e de 2015 a 2016. Membro da Comissão de Laudos Técnicos dos Estádios pelo Ministério do Esporte e Coordenador-Geral de Modernização da Secretaria Nacional do Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor no Ministério do Esporte em 2011.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

COPA DO MUNDO - DIA 7

Argentina 4x1 Coréia do Sul

A atuação da Argentina se repetiu, assim como na primeira rodada o time argentino teve domínio de bola, driblou, criou diversas chances, só que desta vez a bola entrou. Principalmente do atacante Higuain que foi muito criticado pelo primeiro jogo. Mas a Argentina voltou a mostrar deficiências na zaga, porém um fantástico ataque, onde tem craques no time principal e nos reservas. Messi foi brilhante novamente, mas não fez o seu. Com o jogo em um perigoso 2x1, veio do banco mais um grande jogador, Aguero, que ao entrar deu o toque que faltava para deslanchar o resultado e chegar aos 4x1.

Grécia 2x1 Nigéria

Jogo meio monótono e a Nigéria contudo para obter a vitória e decidir a classificação com a Coréia do Sul na última rodada, mas, sempre tem um "mas", uma bobagem do jogador Kaita fez o jogo pegar fogo. Aos 33 minutos do primeiro tempo em agressão imbecíl Kaita foi expulso e deu início a reação dos guerreiros gregos. Ainda no primeiro tempo em chute cruzado Salpingidis empatou. O jogo permaneceu emocionante, mas os deuses não foram justos com o ótimo goleiro Enyeama, em um chute fronta o goleiro falhou e deu rebote e Torosidis completou para o gol livre. Era a vitória grega. Mas nada definido, na última rodada Coréia do Sul e Nigéria se enfrentam. Se der o normal que é vitória da Argentina contra a Grécia, o vencedor entre coreanos e nigerianos estará na segunda fase.

França 0x2 México

O México jogou como nunca e.... ganhou como nunca. A França está em decadência técnica e só era apontada entre as grandes porque nas últimas três copas esteve em duas finais, porém o time é muito fraco e em campo confirmou isso. Com baixa qualidade técnica a partida mostrou uma França que nem conseguiu criar oportunidades boas de gol. Já o México também de mediana apresentação mostrou que estava a fim da vitória, tanto que aos 3 minutos já havia colocado uma na trave. O México estava posicionado para os contra-ataques, mas não aproveitou no primeiro tempo. No segundo foi diferente, decidido a ganhar o jogo foi colocado Hernandez em campo e assim o México atacou e abriu o placar aos 19 minutos com o próprio Hernandez. A França fez substituições para tentar reagir, nada que desse resultado. Aos 33 minutos o veterano Blanco fez de penâlti o segundo gol e decretou a crise de vez na França.

Destaques do Dia:
Higuain (Argentina), Messi (Argentina), Aguero (Argentina), Hernandez (México)

Nenhum comentário:

Postar um comentário