Quem sou eu

Minha foto
Um amante de esportes, em especial o futebol. Bacharel em Administração, pós-graduado em Finanças e Tecnologia da Informação. No futebol atuou na Vice-Presidência de Administração do Sport Club Internacional de 2007 a 2010 e de 2015 a 2016. Membro da Comissão de Laudos Técnicos dos Estádios pelo Ministério do Esporte e Coordenador-Geral de Modernização da Secretaria Nacional do Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor no Ministério do Esporte em 2011.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

INTERNACIONAL BICAMPEÃO DA RECOPA

Em uma quarta-feira de muita festa no Beira-Rio, o Internacional conquistou pela segunda vez a Recopa Sul-Americana.

O destaque mais uma vez foi Leandro Damião, que fez os dois primeiros gols do Inter, ainda no primeiro tempo. O primeiro gol lembrando Ronaldo na Copa de 2002, batendo de bico no contra-pé do goleiro. E o segundo gol foi fantástico, ganhou no corpo e disparou um petardo de canhota.

Um segundo tempo difícil, que teve o bom time do Independiente forçando o jogo, fazendo um gol e equilibrando o confronto. Mas o Inter não queria a prorrogação, Jô recebeu livre e sofreu pênalti. Kleber cobrou, fez 3x1 e garantiu o título.

Parabéns Sport Club Internacional!

Internacional, Bicampeão da Recopa Sul-Americana

INTERNACIONAL 3x1 INDEPENDIENTE
Data: 24/08/2011 as 21h50
Local: Beira-Rio, Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Arbitragem: Jorge Larrionda, auxiliado por Pablo Fandiño e Maurico Espinosa (trio uruguaio).
Público: 39.069 (34.292 pagantes). Renda: R$ 1.254.240,00.
Gols: Leandro Damião (2, Int), aos 20min do primeiro tempo e aos 25min do primeiro tempo, Max Velazquez (Ind), aos 3min do segundo tempo, Kléber (Int), aos 38min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Max Velazquez, Tuzzio, Ferreyra e Fredes (Ind).

Internacional (3): Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Elton, Guiñazu, Oscar e D´Alessandro (Andrezinho); Dellatorre (Jô) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.
Independiente (1): Navarro; Tuzzio, Julian Velazquez, Milito e Maxi Velazquez, Pellerano, Fredes (Defederico), Ivan Perez (Vélez) e Ferreyra (Nuñez); Marco Pérez e Parra. Técnico: Antonio Mohamed.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

GOL DE BICICLETA, 79 ANOS ENCANTANDO O MUNDO

Leônidas da Silva e a bicicleta
Leônidas da Silva, o Diamante Negro, considerado um dos mais importantes craques da primeira metade do século XX, recebe até hoje os créditos por ter inventado o "Gol de Bicicleta".

Ele mesmo se autoproclamava o inventor da plástica jogada. Alguns afirmam ter sido criada por um outro jogador brasileiro, Petronilho de Brito, ponta de lança rápido e driblador, irmão de Waldemar de Brito (o descobridor de Pelé) e que Leônidas apenas a teria aperfeiçoado.

Polêmicas a parte, a primeira vez que Leônidas executou essa jogada foi em 24 de abril de 1932, em uma partida entre "Bonsucesso" e "Carioca", com vitória do Bonsucesso por 5 X 2. Já pelo Flamengo, realizou a jogada somente uma vez, em 1939 contra o Independiente, da Argentina, que ficou muito famosa na época.

Pelo São Paulo ele realizou a jogada em duas oportunidades, a primeira em 14 de junho de 1942, contra o Palestra Itália, na derrota por 2 X 1. E a mais famosa de todas, em 13 de novembro de 1948, contra o Juventus, na goleada por 8 X 0. A jogada ficou imortalizada pela mais famosa foto do jogador.

Na Copa do Mundo de 1938 ele também realizou a jogada, para espanto dos torcedores, e o gol foi anulado pelo juiz que desconhecia a técnica.

Jogada fabulosa, com mais de 79 anos ainda encantando o futebol mundial. Alguns estão na história, como o gol de Hugo Sanchez, feito no Estádio de Logroñes em abril de 1988, considerado o gol mais bonito da história do Real Madrid. Pelé, Rivaldo, Van Basten, Ronaldinho também repetiram a jogada sensacional, junto a eles Falcão, Fernandão, Iarley, Nilmar, Luís Fernando e, agora, Leandro Damião.

Leandro Damião, Beira-Rio, 21 de agosto de 2011
Leandro Damião, 22 anos, atacante do Internacional, em 21 de agosto de 2011, em um domingo ensolarado de Porto Alegre, fez um belo gol de bicicleta, marca de grandes goleadores, o gol de empate no difícil jogo contra o Flamengo, terminado em 2x2.

Não é novidade para o Internacional, em nossa história já contamos com belos gols neste formato, talvez o mais importante marcado por Luís Fernando Rosa Flores, na semifinal da Libertadores de 1989, ao vencer o Olímpia no Paraguai por 1x0, talvez diminuido na história pela eliminação na semana seguinte dentro do Beira-Rio.

O que considero "Gol de Bicicleta"? Considero bicicleta quando os dois pés estão no ar, o corpo de costas para o lance, batida na bola totalmente no ar (sem encostar nenhuma parte no chão) e faz o movimento das pernas cruzando-as (como se pedalasse). Se tiver com o corpo para o lado é um voleio, se tiver encostando no chão com uma das pernas ou parte do corpo é pucheta ou puxada.

Em uma breve pesquisa, com ajuda das comunidades "História do Internacional" e "Sport Club Internacional" e posteriormente por Alessandro Moraes no blog, temos os seguintes registros de gols de bicicleta feitos pelo Internacional.

12/01/1940 - Acácio - Inter 1x3 Cruzeiro - Campeonato Municipal
19/11/1940 - Marques - Inter 4x1 Bagé - Campeonato Gaúcho
12/07/1942 - Russinho - Grêmio 2x4 Inter - Campeonato Metropolitano
03/09/1957 - Bodinho - Inter 1x1 Sport - Amistoso
01/11/1969 - Lamas - Inter 2x0 Vasco da Gama - Robertão 

17/04/1975 - Escurinho - Inter 2x0 Coritiba - Amistoso
12/04/1978 - Falcão - Inter 2x0 Chapecoense - Campeonato Brasileiro
20/09/1979 - Jair - Grêmio 1x1 Inter - Campeonato Gaúcho
25/11/1984 - Mauro Galvão - Inter 2x0 Grêmio -
Campeonato Gaúcho
10/05/1989 - Luís Fernando Flores - Olímpia 0x1 Inter - Libertadores da América
28/08/1991 - Cuca - Guarany de Cruz Alta 1x1 Inter -
Campeonato Gaúcho
16/04/1998 - Paulo Diniz - Santanense 0x3 Inter - Campeonato Gaúcho
01/04/2001 - Luís Cláudio - Grêmio 4x2 Inter - Campeonato Gaúcho
22/11/2003 - Vinícius - Figueirense 3x2 Inter - Campeonato Brasileiro
22/08/2004 - Fernandão - Inter 1x1 Coritiba -
Campeonato Brasileiro
23/03/2005 - Índio - Inter 4x0 Veranópolis -
Campeonato Gaucho
27/08/2006 - Iarley - Inter 1x2 Vasco -
Campeonato Brasileiro
07/01/2008 - Nilmar - Inter 2x1 Internazionale - Copa Dubai
21/08/2011 - Leandro Damião - Inter 2x2 Flamengo -
Campeonato Brasileiro

Atualização: Em 16/11/2014 Paulão fez belo gol de bicicleta na vitória de 1x0 contra Goiás, também pelo Campeonato Brasileiro.

Delicie-se mais uma vez vendo este maravilhoso gol de Leandro Damião com a camisa do Internacional, um dos mais bonitos do ano.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

BEM-VINDO DORIVAL JR

Osmar Loss, treinador interino
O Internacional vai para seu terceiro treinador este ano. Talvez o correto fosse dizer quinto treinador, visto que Enderson Moreira iniciou o ano disputando o Campeonato Gaúcho com o Inter B e agora, após saída de Falcão, o interino Osmar Loss treinou por quase um mês, sendo que disputou três competições (Campeonato Brasileiro, Copa Audi e Recopa Sul-Americana).

Erramos, após o Mundial de Clubes FIFA, na continuidade de Celso Roth. Sempre tive em mente que o Mundial de Clubes é o ápice da carreira, que após isso um treinador leva um bom tempo para recuperar a concentração no trabalho em campeonatos de menor valor. E o torcedor não permite esse tempo. Por isso sempre defendo troca da Comissão Técnica após um Mundial de Clubes, seja na vitória ou na derrota. Ainda mais no caso que saímos na semifinal.

A manutenção de Celso Roth foi o grande erro. Falcão substituí-lo em abril, no meio de vários jogos decisivos de Libertadores e Campeonato Gaúcho, sem o devido tempo para trabalhar, foi uma tentativa de alto risco. Perdemos a Libertadores e suamos no Campeonato Gaúcho, mas erguemos a taça.

Falcão merecia continuar? Acredito que sim. Mas na verdade Falcão merecia ter iniciado o ano, com pré-temporada, tempo para analisar os garotos que estavam subindo da base, criar intimidade com o grupo. Isso é o que merecia. Mas não foi assim. Falcão teve resultados médios e foi engolido por uma crise política do principal movimento político da gestão.

Dorival Jr, novo técnico do Internacional
A saída de Falcão não foi planejada. O Inter não sabia quem contratar e nem tinha negociação avançada. O interino Osmar Loss assumiu a equipe, cogitavasse inclusive na efetivação dele, mas seu desempenho na escalação e armação do time foi fraca. Acrescentado a isso viasse as dificuldades de Julinho Camargo no Grêmio em substituir um ídolo. Osmar Loss também sofreu com isso. Outros nomes foram especulados como Cuca, Paulo Autuori, Ney Franco e Dorival Jr.

Dorival Jr sempre apareceu forte nas especulações. Acredito ser o nome mais adequado no momento, mas não dá para esconder o sol com a peneira. Não será fácil pegar o time em meio de competição, o mais correto com o profissional é dá-lo pelo menos uma pré-temporada. Algo que Celso Roth teve ano passado em vistas da parada da Copa do Mundo.

Um técnico de respeito entre jogadores, que gosta de trabalhar com a categoria de base, que foi campeão recentemente e está com motivação para trabalhar. É assim que vejo Dorival Jr. Pena que ele não vai ter reforços essenciais para o time do Inter, como um zagueiro pelo lado direito e um atacante de velocidade para jogar pelo lado, ambos reforços em nível de titularidade. Com estes dois reforços o Internacional poderia brigar pelo título do Campeonato Brasileiro.

Boa sorte Dorival Jr. Escale os melhores, dê oportunidade para a base e mostre conhecimentos táticos aplicados no time que sempre terá o apoio da nação Colorada.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

RECOPA SUL-AMERICANA, DUELO DOS REIS DE COPAS

Estamos em um ano difícil, esperado pois com troca de gestão e pós-mundial sempre é complicado. Porém, desta vez, está muito mais difícil, além de termos perdido o Mundial sem chegar sequer na final, temos um grande racha no principal movimento político que está na gestão, Movimento Inter Grande, que estão trazendo problemas do movimento político para dentro do Clube.

Falcão tinha razão quando falou, mas não devia ter externado, que o Inter precisava qualificar o grupo para poder disputar o título do Campeonato Brasileiro. Este tipo de campeonato se ganha com o grupo e não com o time.

Já com a Recopa Sul-Americana é diferente. Quem ganha é o time e não o grupo. São apenas dois jogos apenas, duas decisões. E por estarmos sem um grupo de jogadores para disputar em condições de título o Campeonato Brasileiro, essa Recopa Sul-Americana é o grande título que podemos conquistar em 2011.

Também importante para que o Internacional mantenha a sequência de títulos internacional em competições oficiais desde 2006, mantenho como o Rei de Copas do Século XXI. Nada melhor que o adversário ser o Independiente, o Rei de Copas do Século XX, ganhador de 15 copas no século passado. O Inter, acumula neste século, 6 copas e com a Recopa este ano busca a sétima conquista internacional.

Internacional, o Rei de Copas do Século XXI
2006 - Campeão da Libertadores da América
2006 - Campeão do Mundo FIFA
2007 - Campeão da Recopa Sul-Americana
2008 - Campeão da Copa Sul-Americana
2009 - Campeão da Copa Suruga Bank
2010 - Campeão da Libertadores da América

Independiente, o Rei de Copas do Século XX
1964 - Campeão da Libertadores da América
1965 - Campeão da Libertadores da América
1972 - Campeão da Libertadores da América
1973 - Campeão da Libertadores da América
1973 - Campeão da Copa Intercontinental
1973 - Campeão da Copa Interamericana
1974 - Campeão da Copa Interamericana
1974 - Campeão da Libertadores da América
1975 - Campeão da Libertadores da América
1976 - Campeão da Copa Interamericana
1984 - Campeão da Libertadores da América
1984 - Campeão da Copa Intercontinental
1994 - Campeão da Supercopa Sudamericana
1995 - Campeão da Supercopa Sudamericana
1995 - Campeão da Recopa Sudamericana

Confira as datas e horários deste grande duelo pela Recopa Sul-Americana 2011.

10/08/2011 - QUA - (21:50) - Independiente X Internacional - (Avellaneda, Argentina)
24/08/2011 - QUA - (21:50) - Internacional X Independiente - (Porto Alegre, Brasil)